Servos para veleiros

José Franco da Costa
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata
Mensagens: 447
Registado: segunda out 16, 2006 10:29 pm
Localização: Caparica

Mensagem por José Franco da Costa »

Pois é, fomos com o vento ... :mrgreen:

Ainda bem! Na minha opinião estes contributos são positivos para a esperada abordagem deste tema pelos membros mais conhecedores do Fórum. :oops:

Se não há mais debates destes no Fórum ... é porque não os queremos. Nada nos impede de os lançar, não é? :D

E pronto, vou-me calar e continuar a esperar que os membros mais experimentados "se cheguem à frente". :shock: :roll: :shock:
Cumprimentos,

José Franco da Costa
Avatar do Utilizador
fernando coelho
Sargento-Mor
Sargento-Mor
Mensagens: 117
Registado: quinta jun 15, 2006 11:53 am
Localização: Amarante
Contacto:

Mensagem por fernando coelho »

Caros,

Acho que encontrei algo que possa esclarecer a pergunta original do Miguel.
miguel Escreveu:Boas,

Será que algum dos entendidos, poderia referir algo sobre este assunto, sff?

Por exemplo:

-Servo de braço.
-Servo enrolador.
-Quais as diferenças e aplicações.
-Como é a relação do servo com a área vélica.
-Etc...

Um muito obrigado
Neste topico do Lester Gilbert são explicados alguns dos factores para determinar o tipo de servo e a força necessaria.

Com os spreadsheets que ele tem para download é possivel fazer o calculo para qualquer veleiro.

http://www.onemetre.net/Build/Servo/Servo.htm
IOM - Victoria - SeaDolphin

POR 25
José Franco da Costa
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata
Mensagens: 447
Registado: segunda out 16, 2006 10:29 pm
Localização: Caparica

Mensagem por José Franco da Costa »

Grande contributo, Fernando Coelho! :neutral7: :neutral7:

Fiquei esmagado com a sabedoria guardada no site. Pena que a minha ignorância não me deixe ainda explorar, ao menos, a folha de cálculo ... :oops: :oops:

Já o coloquei nos favoritos para futuros estudos ... :shock: :shock:

Pelas tentativas que já fiz na folha de cálculo, parece-me que os tais 0.003Kg /cm2 não estão mal ...

Porém, não acredito que os membros mais experientes deste Fórum usem métodos tão complexos para escolherem um servo de velas. :neutral16: :neutral16: Façam então o favor de partilharem aqui com todos nós os métodos que usam. :roll: :roll: Muito obrigado.
Cumprimentos,

José Franco da Costa
Avatar do Utilizador
Miguel Parente
Almirante
Almirante
Mensagens: 4388
Registado: quarta ago 30, 2006 3:46 pm
Localização: Penedo/Sintra
Contacto:

Mensagem por Miguel Parente »

miguel Escreveu:
miguel Escreveu:Boas,

Será que algum dos entendidos, poderia referir algo sobre este assunto, sff?

Por exemplo:

-Servo de braço.
-Servo enrolador.
-Quais as diferenças e aplicações.
-Como é a relação do servo com a área vélica.
-Etc...

Um muito obrigado
Muito agradecido pelas explicações dos intervenientes!!!
Será que mais ninguém percebe do assunto!??
É que para o desenvolvimento do nautimodelismo rc, será um assunto interessante, acho eu!!!...

Aguardando "sentado", um muito obrigado
miguel
José Franco da Costa
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata
Mensagens: 447
Registado: segunda out 16, 2006 10:29 pm
Localização: Caparica

Mensagem por José Franco da Costa »

Acreditem que o que vou escrever está coberto e recoberto de espírito construtivo e de boas intenções. :D :D

Pelo tempo que já passou sobre a criação deste tópico e sobre os vários desafios à intervenção dos membros mais experimentados nestas coisas, convenço-me que não vão aparecer quaisquer contributos. :oops: Não vou, por isso, esperar mais. :oops: :oops:

Admito que a inexistência de respostas tenha a ver com uma das razões seguintes:

1 - O tema não tem interesse,
2 - A questão é demasiado básica para motivar o interesse dos membros mais experimentados,
3 - Os membros mais experimentados do Fórum sobre esta matéria, são afinal os que participaram este ano neste tópico.

Comentando.

1 - Se, num Fórum deste tipo, este assunto não merece interesse, será certamente por que os seus membros apenas produzem modelos em kit para os quais as características dos servos ou está definida no plano ou é sobejamente conhecida pela experiência adquirida nas várias construções entretanto já executadas.
Basta ver as realizações aqui exibidas para se compreender que a hipótese anterior não é verdadeira. Sobretudo para quem faz modelos diferentes dos habitualmente divulgados. :shock: :shock:

2 - Será então que, por ser um assunto básico, não motive os "sábios"? Ainda assim, admitindo que é um tema básico, a resposta (a tão falada partilha de saberes ...) poderia - acho mesmo que deveria - ser dada claramente para ajudar os menos experientes a progredir.
Também não acredito nesta hipótese, pois estava a ser, no mínimo, "mauzinho" para os tais membros mais experientes. ;-) ;-)

3 - Ou então, os "sábios" somos nós, menos eu claro! ... :mrgreen: :mrgreen:
Claro, e por mim falo, que não sou "sábio" de nada e muito menos de veleiros (só fiz um ... :roll: :roll: ).

Então o que é que se passa? :| :|

Antes de solicitar formalmente à Administração do Fórum que apague este tópico pela má imagem que ele passa, peço a todos os membros que estejam interessados neste tema, que mandem mensagens para este tópico indicando aproximadamente a área vélica e a força (torque) do servo de velas que equipa os vossos veleiros.

Eu proponho-me a tratar estatisticamente essa informação para procurar encontrar a relação entre a área vélica/torque do servo e, posteriormente, a publicar os resultados neste tópico.

É óbvio que, para possibilitar um tratamento estatístico, conviria ter um número muito alargado de informações e cobrir vários tipos de veleiros para que o resultado fosse mais fiável.

Fico à espera ... :D :D
Cumprimentos,

José Franco da Costa
josecarlos
Capitão-Tenente
Capitão-Tenente
Mensagens: 233
Registado: domingo dez 04, 2005 10:03 pm
Localização: lisboa

Mensagem por josecarlos »

:lol: olá
O vento é uma das formas da mãe natureza não podemos prever a força que ele faz num determinado angulo por isso eu não faço contas
O servo de 3kg de torque na pratica pode só ter 1kg se aumentar-mos o braço
Espero ter dado o meu humilde contributo( do menos sábio de todos)abraços jose carlos
Avatar do Utilizador
Skipper
Contra-Almirante
Contra-Almirante
Mensagens: 1838
Registado: sexta set 22, 2006 1:32 am
Localidade: Caxias
Localização: Caxias

Mensagem por Skipper »

Li hoje, de fio a pavio, este tópico e aprendi conceitos que desconhecia completamente. Obrigado por os partilharem. O link enviado pelo fernando coelho parece ser muito bom (só espreitei) e vou concerteza consultá-lo com atenção.
JFC Escreveu:Admito que a inexistência de respostas tenha a ver com uma das razões seguintes:

1 - O tema não tem interesse,
2 - A questão é demasiado básica para motivar o interesse dos membros mais experimentados,
3 - Os membros mais experimentados do Fórum sobre esta matéria, são afinal os que participaram este ano neste tópico.
(desculpa as iniciais mas tenho uma perguiça enorme para escrever o teu nome todo)

1 - O tema tem interesse concerteza.
2 - A questão é tudo menos básica e, na minha opinião, não me parece que, neste caso concreto, existam muitos "membros mais experimentados".
3 - Talvez tenhas razão.

Em suma, penso que o tema da escolha dos servos funciona muito empíricamente e cada um escolhe aquele que sabe que vai funcionar pois já o viu aplicado num modelo semelhante. Ou então escolhe um maior, exactamente pela mesma razão.
Os cálculos têm concerteza o seu valor mas, possívelmente, apontariam para um servo que não existe no mercado e, lá voltaríamos ao mesmo - aplicar o factor cagaço e escolher aquele que já se viu funcionar.

Quanto ao braço vs enrolador, o Artur já referiu as principais diferenças. Creio que num modelo tipo "escala", o enrolador dá um movimento muito mais real. Para um modelo que se pretenda de manobra rápida, o de braço parece-me mais indicado.
O pessimista queixa-se do vento.
O optimista espera que ele mude.
O realista ajusta as velas.
Bons ventos!
Avatar do Utilizador
Miguel Parente
Almirante
Almirante
Mensagens: 4388
Registado: quarta ago 30, 2006 3:46 pm
Localização: Penedo/Sintra
Contacto:

Mensagem por Miguel Parente »

Boa Carlos Silva!!!
:neutral7: :neutral7: :neutral7:
Carlos Silva Escreveu:Como tenho de alterar o braço fiz um esquema para saber o que se ganha amentando ou reduzindo o comprimento do mesmo.

Cheguei aos seguintes dados:
Só para servos tipo standart abertura 60º .

Para braço de 4 cm- caça a escota o máx. - 4,9cm.
Para braço de 6 cm- caça a escota o máx. - 7,4cm.
Para braço de 8 cm- caça a escota o máx. - 9,9cm.
Para braço de 10 cm- caça a escota o máx. - 12,4cm.

Conclusão: a cada dois centimetros que se acrescenta ou diminui no braço
ganha-se ou perde-se dependendo da situação 2,5 cm.

Era bom se alguém conseguisse fazer o mesmo estudo mas em relação ao torque dum servo de braço. :neutral13:
Avatar do Utilizador
pjesus
Almirante
Almirante
Mensagens: 7422
Registado: quinta ago 10, 2006 10:21 am
Localidade: Sobreda
Contacto:

Mensagem por pjesus »

Carlos Silva Escreveu:Cheguei aos seguintes dados:
Só para servos tipo standart abertura 60º .
Não querendo ser picuínhas, acho que esses valores não estão correctos :roll:

Mesmo considerando 60º para cada lado não me parece bater certo...

Convém ainda ter em conta que se o braço não atacar a escota perpendicularmente quando passa no ponto médio do seu percurso as contas são automaticamente diferentes.
José Franco da Costa
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata
Mensagens: 447
Registado: segunda out 16, 2006 10:29 pm
Localização: Caparica

Mensagem por José Franco da Costa »

Peço, desde já, que não me chamem nomes ...

O deslocamento do braço do servo é matematicamente dado pela divisão do comprimento do braço pelo seno do ângulo varrido pelo servo (no caso 60º)

Como diz o Tiago deverá haver alguma pequena incorrecção nas medições feitas pelo Carlos Silva ou no varrimento do servo com que ele fez os testes. Digo isto porque matematicamente para os dados indicados chega-se aos seguintes valores:

4 cm de braço ---- 4,6 cm de deslocação
6 cm de braço ---- 6,9 cm de deslocação
8 cm de braço ---- 9,2 cm de deslocação
10 cm de braço -- 11,5 cm de deslocação

o que dará um incremento de 2,3 cm por cada incremento de 2cm do braço.

Como podem ver, as diferenças são pequenas (insignificantes). Só por graça quero dizer que - estando as medições certas e pela sua coerência devem estar ... - o servo em vez de varrer 60º está a varrer apenas 53,8º. :mrgreen: :mrgreen:

Como sabem o ângulo de varrimento dos servos pode ser alterado. Nesse caso o ângulo a entrar na fórmula é o verdadeiro valor do varrimento efectuado.

Por isso os valores tabelados apresentados neste tópico, dizem respeito apenas às condições que - e muito bem - foram indicadas pelo Carlos Silva.

Convém também não esquecer que o comprimento do braço a montar no servo influencia - de forma directamente proporcional - a capacidade de carga do servo (torque).

Gostaria de ver aqui vários contributos para ver se todos juntos conseguiremos antever para uma dada área vélica qual o servo a instalar levando em conta o braço e a deslocação linear obtida.

Venham lá contributos também para os servos de tambor. :D :D
Cumprimentos,

José Franco da Costa
Avatar do Utilizador
pjesus
Almirante
Almirante
Mensagens: 7422
Registado: quinta ago 10, 2006 10:21 am
Localidade: Sobreda
Contacto:

Mensagem por pjesus »

José Franco da Costa Escreveu:Peço, desde já, que não me chamem nomes ...
Idem, mas continuo a achar que não está correcto.

Fiz este boneco:
Imagem

E com a fórmula final L=2.d.sin(30) obtenho um comprimento de escota sempre semelhante ao próprio comprimento do braço.

É verdade que me levantei muito cedo, mas não vejo o que posso estar a fazer mal.

Aliás, até considerei a hipótese de estes famosos 60º não terem sido escolhidos ao acaso mas sim pelo facto de sin(3)=1/2 o que resulta numa amplitude semelhante à do braço.

:roll: :roll:
Avatar do Utilizador
Skipper
Contra-Almirante
Contra-Almirante
Mensagens: 1838
Registado: sexta set 22, 2006 1:32 am
Localidade: Caxias
Localização: Caxias

Mensagem por Skipper »

José F. da Costa Escreveu:Venham lá contributos também para os servos de tambor.
Posso estar enganado mas, nos servos de tambor, é exactamente a mesma coisa. Tomar-se-á o raio do interior do "tambor" como o comprimento do braço sabendo que este variará por cada volta, na razão directa da espessura da escota. No caso de usarmos um cabo mestre, sem fim, ao qual são amarradas as escotas, o raio do "tambor" será constante.

Estará certo :?:
O pessimista queixa-se do vento.
O optimista espera que ele mude.
O realista ajusta as velas.
Bons ventos!
Avatar do Utilizador
fernando coelho
Sargento-Mor
Sargento-Mor
Mensagens: 117
Registado: quinta jun 15, 2006 11:53 am
Localização: Amarante
Contacto:

Mensagem por fernando coelho »

Caros,

estive a ver este link e acho que utilisando este spreadsheet, podem ficar com uma melhor ideia do servo ideal para a area velica que pretendem utilisar.

É só inserir os dados das velas e "já está"

http://www.onemetre.net/Build/Servo/Servo.htm
IOM - Victoria - SeaDolphin

POR 25
Avatar do Utilizador
Carlos Silva
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata
Mensagens: 462
Registado: sábado dez 23, 2006 10:07 pm
Localização: Alverca

Mensagem por Carlos Silva »

Peço desculpa mas aqueles dados apresentados por mim contavam também com o ajuste do Trim por erro meu, já emendei a tabela e os valores são os mesmos que o PJesus apresenta.
As minhas desculpas.
Caro Miguél é melhor alterar o copy da minha msg, para não gerar enganos.
Cumps.
Imagem
-- Courageux ll --Cumprs. -- Rita SS
Avatar do Utilizador
Miguel Parente
Almirante
Almirante
Mensagens: 4388
Registado: quarta ago 30, 2006 3:46 pm
Localização: Penedo/Sintra
Contacto:

Mensagem por Miguel Parente »

Carlos Silva Escreveu: Como tenho de alterar o braço fiz um esquema para saber o que se ganha amentando ou reduzindo o comprimento do mesmo.

Cheguei aos seguintes dados:
Só para servos tipo standart abertura 60º .

Para braço de 4 cm- caça a escota o máx. - 4,1cm.
Para braço de 6 cm- caça a escota o máx. - 6,2cm.
Para braço de 8 cm- caça a escota o máx. - 8,3cm.
Para braço de 10 cm- caça a escota o máx. -10,4cm.

Conclusão: a cada dois centimetros que se acrescenta ou diminui no braço
ganha-se ou perde-se dependendo da situação 2,1 cm.

Era bom se alguém conseguisse fazer o mesmo estudo mas em relação ao torque dum servo de braço. :neutral13:

Houve um engano na tabela por mim apresentada anteriormente, pelo que foi editada novamente com os valores correctos.
As minhas desculpas pelo sucedido. :neutral1:
José Franco da Costa
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata
Mensagens: 447
Registado: segunda out 16, 2006 10:29 pm
Localização: Caparica

Mensagem por José Franco da Costa »

Tiago, a minha aproximação foi ligeiramente diferente da tua. Tomei os 60º para cada lado.

Agora já há a folha de cálculo para estudar e aplicar. Obrigado Fernando Coelho.

Da partilha, avançou-se. Fico contente.
Cumprimentos,

José Franco da Costa
Avatar do Utilizador
pjesus
Almirante
Almirante
Mensagens: 7422
Registado: quinta ago 10, 2006 10:21 am
Localidade: Sobreda
Contacto:

Mensagem por pjesus »

José Franco da Costa Escreveu:Tiago, a minha aproximação foi ligeiramente diferente da tua. Tomei os 60º para cada lado.
Na verdade, apenas usei os 60º como valor indicado pelo Carlos Silva, creio que um servo standard abre bem mais do que isso.
José Franco da Costa Escreveu:Da partilha, avançou-se. Fico contente.
Nem mais... ;-)
Avatar do Utilizador
Carlos Silva
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata
Mensagens: 462
Registado: sábado dez 23, 2006 10:07 pm
Localização: Alverca

Tabela

Mensagem por Carlos Silva »

PJesus, è verdade que os servos abrem normalmente mais que os 60º mas os fabricantes não apresentam o valor de abertura máxima.

Alguns fornecedores apresentam: (vc/abert) Velocidade: 0,16 segundos / 60º com 6V.
Este é o Futaba S3010
O mesmo servo no fabricante apresenta o seguinte valores: Transit speed: 0.15 Sec/45°. Em que é que ficamos :twisted:

Abertura máx nicles. :mrgreen:

Há um servo especial para veleiros com braço de 12cm e nesse caso dizem ter uma abertura de 140º. (carito por sinal) :shock:

Penso eu que a maioria destes servos Standart sem modificações abre á volta de 90º + ou - . ( penso eu ) :Anjinho:

Fiz uma tabela para mim com várias aberturas, falta fazer as contas para um servo com um determinado torque e na medida em que se fôr aumentando o braço, qual será o torque efectivo :?:

Considerei como normais tq. de 6Kg e 8Kg e deixei um em branco para preencher com outro tq. dos mais usuais.

Se alguém quiser ajudar nas contas, ou melhorar está á vontade, é preciso participação. :neutral13:

Imagem
Tabela com leituras para escota directa

Se acharem não te interesse por qualquer razão podem apagar a msg. :naomexer:
Última edição por Carlos Silva em sexta set 21, 2007 6:39 pm, editado 1 vez no total.
Imagem
-- Courageux ll --Cumprs. -- Rita SS
Avatar do Utilizador
fernando coelho
Sargento-Mor
Sargento-Mor
Mensagens: 117
Registado: quinta jun 15, 2006 11:53 am
Localização: Amarante
Contacto:

Mensagem por fernando coelho »

Carlos Silva,

Se calhar este link possa vir a resolver algumas questões:

http://www.onemetre.net/Build/Armwinch/armwinch.htm

Nos IOMs, usamos um servo (19Kg/cm :neutral1: :neutral1: ) com um braço de 80mm a fazer 120º e puxamos + ou - 260mm de escota.

Obviamente que o ponto de ancoragem da escota altera muita coisa, mas este site ajudou-me muito na construção dos meus IOMs.

Espero que tenha ajudado
IOM - Victoria - SeaDolphin

POR 25
Avatar do Utilizador
Carlos Silva
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata
Mensagens: 462
Registado: sábado dez 23, 2006 10:07 pm
Localização: Alverca

Mensagem por Carlos Silva »

Fernando Coelho esse link é o máximo o sr. em questão é um crack na matéria o pior é conseguir acompanhar uma pessoa com aquele andamento.

Já conhecia o link acho que através duma referência sua a ele noutro tópico já á mais tempo.

No meu modelo o grande problema vai ser a mudança da escota directa para uma com ponto de ancoragem. Para conseguir essa mudança tenho que mudar a bancada do servo, posso utilizar um braço mais pequeno, pois só preciso de mover a escota 11cm.

O grande problema é o modelo ser pequeno e para mudar as coisas dá bastante mais trabalho.

Obrigada pelas dicas eu estou a ter em conta estas e as dadas anteriormente.

Ps: 19kg de servo chiça penico. :shock: Mas as 162g não é um bocadinho de peso a mais num IOM :?:
Imagem
-- Courageux ll --Cumprs. -- Rita SS
Responder